1 de nov de 2010

Eleições...democracia...



     Sem nenhuma retórica ou demagogia, gostei muito do resultado da eleição. Não sou partidária, mais me interesso pelo conhecimento do processo político Brasileiro, assim como, não sou feminista, e vibro com cada conquista que o feminino tem alcançado. Já dirigi uma escola, e sei o quanto uma administração é complexa, exigindo da pessoa que exerce o cargo pulso, discernimento, compreensão e competência. Não acredito que nada aconteça por acaso e, até por uma questão de crença religiosa sei que tudo o que ocorre, faz parte de um processo evolutivo de construção íntima e coletiva.
     Não importa mesmo quem tenha ganhado a eleição agora, cabe a cada um de nós, não apenas criticar com o intuito de desmerecer, mas conhecer o processo e contribuir para que prevaleça sempre o melhor para todos. Nunca em nenhuma circunstância, por mais bem intencionados que estivermos, agradaremos a todos. Essa dificuldade encontramos até mesmo em nossas relações familiares, pequenos ninhos, que muita das vezes, não somos capazes de administrar.
     Nenhum pensamento menos digno, nenhuma crítica a essa ou aquela postura, modifica ou contribui para a melhora de um contexto. Nossas energias determinam tanto nosso processo individual como também o coletivo. Se não podemos contribuir, lançar flechas de ódio e desprezo é o mesmo que voltá-las a nós mesmos.
     Quanto a ser mulher, sem nenhum desmerecimento ao masculino, afinal todos temos um lugar ao Sol, essa é uma ótima oportunidade de somente comprovarmos o que já sabemos, aprendemos entre erros e acertos que um trabalho não é desenvolvido isoladamente e, uma mulher fantástica e guerreira, estará ao lado de homens também com histórias de compromisso e respeito pela coletividade.
     Se não gostamos do resultado, o que não é o meu caso, que pelo menos possamos pensar e contribuir para o bem estar e a evolução de uma população e um País que é mais que sério. Prova disso, pra quem se recordar ou conhece a história do Brasil, é o quanto ainda a alegria, a confiança e a fé permanece em nós, mesmo depois de um passado aonde a ditadura e a opressão foram responsáveis pela morte e tortura de muitos que lutavam por um país democrático. Estamos construindo entre erros e acertos e, isso independe de quem lá esteja, um País melhor para nós, nossos filhos, netos e todos os que estão por vir. Assim reza a vida!
     Evoluir sempre em direção a Luz!
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Publicado no Recanto das Letras em 01/11/2010
Código do texto: T2590205