Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Vazios

Existe um silêncio incômodo de vozes que não mais se ouvem. Manias, artifícios e histórias Lembranças presentes, passados recentes e remotos Lugares e situações que assinalaram memórias Espaços reconstruídos pelas circunstâncias Emoções e lembranças.

Viver

Envolvida pelo frio que toca suavemente a pele, permitindo-se intermináveis recomeços. O passado é história construída. Torto, avesso ou pleno, pouco importa. Cada um vive o que pode, ama o que sabe, semeia o que melhor lhe convém. Empreendem-se acertos, resultam-se equívocos. Nada proposital ou determinado, apenas pontos de vista temporários. A maturidade mostra-nos diferentes aspectos de situações triviais que poderiam ter sido conduzidas de formas diversas. No entanto, exigir excelência de quem se encontra em evolução, é como sugerir a crianças que determinem suas escolhas. As falhas integram naturalmente todo o processo de maturação do Ser. Etapas que precisam ser enfrentadas naturalmente, visões antes distorcidas que tomam forma e caminho.

Olhar

Seus olhos refletiam minha alegria... E de tanto fitá-los me perdi. Quando você se foi... Pouco sorria. Sua ausência arrebatou minha alforria. Caminho a procura de harmonia. Aspirando um amor que não me subtraia à paz.

Constatação

Existem situações, pessoas e acontecimentos que, apesar da distância e do tempo, ficam historiadas em nossa memória afetiva como tatuagem impossível de ser removida. Cicatrizes que, em determinados momentos, nos fazem transbordar lágrimas e sentimentos de significativa saudade.
Trajetórias escolhidas ou impostas pela lida, despertas por lembranças. Nostalgia profunda do que se viveu ou almejou.
Sem lamentos, necessário se faz investir no presente. Presentes que não perdem o brilho e a relevância quando percebemos a vida como uma sucessão de fatos nada aleatórios que nem sempre nos direcionam a todos os desejos. Iluminam portas que, por vezes, não percebemos.
O essencial é constatar a importância e significado de cada momento, sem nenhum lamento.

Wanderlucia Welerson Sott Meyer