24 de fev de 2010

PENSAMENTOS


Para uma tristeza
Que de tão funda
Instaura-se pela impossibilidade
De ser quem se é...
Estar com quem deseja...
Desejar,
Sem saber o quanto.
Quantificar,
Consumindo-se
Em pensamentos vagos,
Que difusos
Confusos
Esquecidos...
Vêm à tona como lavas
De um vulcão adormecido.
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Publicado no Recanto das Letras em 20/02/2010
Código do texto: T2098389