24 de fev de 2010

Amor e perda




“O que dói não é perder o ser amado, mas continuar a amá-lo mais do que nunca, mesmo irremediavelmente perdido.” J.D.Nasio

                Tão certo quanto amar, é ter tanta certeza de ser amado e deixar  ao acaso quem se ama. Não creio que o amor acabe, mas, sei que quando não há cultivo, trato e zelo... O Ser amado esvazia-se. Esse vazio é porta aberta à vinda de novos amores.
                Não há julgamento, apenas quem o deixa permite que o amor seja expandido... Doado a outro alguém.
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Publicado no Recanto das Letras em 19/02/2010
Código do texto: T2095549