17 de mar de 2011

Olhar



Apenas olhe...
Observe o que a pressa oculta
Agradeça o que recebes sem perceber
Olhe para si...
Dentro de ti...
Veja-se com os olhos do amor
Aprendendo a si perdoar
Amando-se como Ser único
Originado pelo Senhor da Vida!
Tens somente um único objetivo
Amar...
Todos dos outros vinculam-se ao amor!
Olhe...
Perceba-se...
Aceite-se...
Caminhe...
Mesmo que demore
Chore...
Siga...
Como à natureza se renova
Mesmo que não percebas
Há sempre Luz
Para os que avistam
Com os olhos da alma!
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Publicado no Recanto das Letras em 17/03/2011
Código do texto: T2853007