10 de set de 2011

Incômodo

O que é que incomoda?
Comprime e faz doer...
Saudades de um tempo que não volta?
Medo do vir a ser?

O que é que me tira o sono?
Angústia de quem acreditava e hoje vê...
Desejo que não condiz com a realidade?
Necessidade de esquecer?

Trago no peito todas essas dúvidas.
Os olhos transbordam o que me faz sofrer.
De incerteza, incógnita se vive...
O sensato é não procurar entender...

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer