29 de set de 2011

Amor

Queria dizer-lhe que não sinto tua falta
Que encontrei sentido para os pensamentos
Que ocupei os espaços que foram deixados por ti
Queria dizer-lhe que adormeceram as lembranças
Que perdi temporariamente a esperança
Que desejo uma só herança
Estarei em breve em teus braços
Faltam-me os teus abraços
Como veneno ingerido lentamente
Ando corroendo meus sonhos
Legando ao espaço os ideais pretendidos
Abrindo vagamente caminhos 
Sem nenhum significado ou importância
Forçando-me a crer que amar é engano
Fugindo de todos os planos
Desfazendo-me como um fraco combatido
Entregando-me a realidade que me prende
Temendo o que a vida surpreende
Estacionando os sentimentos que não mentem
Esquecendo o que se sente!

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer