12 de out de 2011

Sonhos

Nas noites em que me visitas
Em sonhos
Desprende-se o espírito
Clamando por liberdade
Parece que ao amanhecer
Partes minhas
Dispersam-se no caminho
Fluído de vida que se dissipa
Permitindo vazios...