22 de jun de 2011

Medidas de amor

 Medidas de amor

Na medida em que os sonhos se perdem e as desilusões aumentam, vamos criando escudos e couraças que nos permitem enfrentar a interminável batalha evolutiva, sem nos abater. Envergadura de fé que se adquire através da Palavra. Das preces que, quando sinceras, elevam-se ao Criador, e que são alicerces de renovação. Dos sinais que, mesmo encobertos por lágrimas, podem ser sentidos e traduzidos em esperança. Na medida em que as dores são transferidas, transformadas e transmutadas em desejos de vida, sublimamos e consentimos a transfiguração de nossa existência... Transição necessária à evolução do Ser! Não sem tribulação, sem pranto... Sem a dilaceração interna que se experimenta quando o que sangra é a alma. Na medida do Amor, na medida de Amar sob a medida de Amar-se.Wanderlúcia Welerson Sott MeyerPublicado no Recanto das Letras em 22/06/2011
Código do texto: T3050709