9 de set de 2010

Próprio

Pudesse traduzir...
Dizer o que incomoda...
Acorda!
Há vida que lhe espera!
Entender o que almejas?
Peleja!
Desce de onde se encontra
Argumenta...
Esquece e não lamenta!
Enfrenta!
Adoece o corpo
Resplandece a alma!
Encoraja a quem lhe pede calma.
Desnuda...
Resplandece e luta!
Não lhe cabem sonhos
Que não sejam seus!
Como o que se poda
Incomoda!
Floresce!
Entoa uma prece!
Transborda o que ocultas...
Desnuda!
Se, no entanto, vês.
O que ninguém enxerga
Há de tudo ser
O que a outro entrega?
Viva acesa chama
Desse ser que ama
Que jamais se rende...
Veemente lida
Uma dolce vita!
Sábia em seus contornos
Adornos!
Convertendo a dor
Em lições de amor!
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Publicado no Recanto das Letras em 09/09/2010
Código do texto: T2486986