25 de mai de 2015

Pontos de luz



Como pontos, pontos de luz
Uns brilham mais, outros menos
Uns apagam cedo, outros tardiamente
Uns iluminam, outros ofuscam-se para que os demais brilhem
Ainda outros, fecham-se em caixas
Impedem a expansão da luz...
Todos brilham e em um dia...
Desaparecem, cintilam em outras paragens
Transcendem...
Pela intensidade da luz
Calcula-se a saudade
Acumulam-se as perdas
Acrescentam-se mais lumes
E a vida segue...
E a alma pede...
Luz!

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer