11 de out de 2013

Libertação

Não há caminho de volta.  A paisagem muda, as situações já não são as mesmas e, é bom que assim seja. O encanto da vida reside exatamente nesse vir a ser. Momentos em que a respiração indicada que se faz necessária à transformação de gases tóxicos em oxigênio. Respirar intensamente, cada segundo dessa misteriosa e fascinante experiência de viver, dispondo-se a despir-se de roupagens surradas, libertando a alma opressa, traduzindo vontades incompreendidas e absolutamente saudáveis.