14 de set de 2012

Pensa...ventos



Sou vento em distorcidos pensamentos
Árvore que não enverga
Verdade que não se enxerga
Espaço preenchido pelo que se espera
O que faço não me fascina
Ensina...
Cinzas que se reconstroem
Certezas que se destroem
Enredo inacabado
Axioma abstrato
Anseio que não controlo
Desejo de ter um colo
Palavras que me consolam
Aspirações que extrapolam
Destino que se apreende
Aprende...

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer