12 de dez de 2013

Aleatório

Percebam o que diz esse meu silêncio...
Quero espaços inconclusos
Retalhos coloridos
Expectativas indefinidas
Largos sorrisos despretensiosos
Momentos ociosos de pura reflexão
Quero incômodos que permitam vida
Verdades que se transformem
Certezas que traduzam imprecisões
Equívocos que possibilitem desenvolvimento.
Contraditório segmento de reta
De caminhos aleatórios que me conduzem
Na direção que não desejo, mas preciso seguir.