9 de mai de 2013

Travessias


Há dias não escrevo. Não é que não tenha nada a dizer, fases são estilhas de vida que servem de aprendizado. Tenho passado por um período, aparentemente, sereno e, contraditoriamente, inquietante. Sentimentos nunca terão forma, variam de acordo com as circunstâncias. Acontecem como avalanche, remexendo o que reserva o inconsciente, provocando questionamentos necessários. A serenidade para se encarar às situações que vivenciamos, chega com a experiência lúcida e a fé raciocinada. Aprendi que tudo tem seu tempo e, se agirmos a favor da vida aceitando o inevitável, às circunstâncias e desordens internas, podem se transformar em dádivas. Nem sempre compreendemos os caminhos, nem sempre encontramos as saídas que desejamos, contudo, a sabedoria Divina se incube de nos oferta o melhor. Ofertar sim! Presente recebido, não sem esforço contínuo de evolução do Ser!