22 de nov de 2012

Amanhecer



Absorvo o necessário de todas as possibilidades oferecidas pelas circunstâncias.
Sou mar bravio que impulsionado pelos ventos desestabiliza e modifica paisagens.
Sou serenidade reversa as atribulações que se impõem enquanto caminho.
Não há o que me assombre enquanto o amor me sustente.
Minha alma silencia enquanto penso, subtraindo farpas ocasionalmente instaladas.
Incômodas situações temporárias que conduzem a aprendizado seguro.
Amanhece...
Possibilidades instalam-se a cada segundo de vida.
Passado comprido e cumprido...
Lembranças vivenciadas, possíveis certezas que variam ao amadurecer.
Algo de novo estabelece inconstantes pensamentos.
Renovam-se atitudes antes rejeitadas por reflexões invariáveis.
Há alma...
Inquieta, descoberta, fendida e sonhadora.
Fonte de vida renovável
Contraditória e incompatível
Desvia-se de predestinações e destinos.
Construção indefinida, projeto indeterminado.
Circunstância de vida fluente
Impondo-se enquanto Ser.